Energia solar em condomínios: 7 vantagens do uso | Alpha Solar

Energia solar em condomínios: 7 vantagens do uso

Energia solar em condomínios: 7 vantagens do uso

Energia solar em condomínios: 7 vantagens do uso

Em outubro de 2021 o aumento acumulado na conta de luz chegou a 25%. Também não podemos deixar de mencionar as bandeiras tarifárias e impostos cada vez mais caros.

Essa alta tem feito com que empresas e residências busquem cada vez mais por alternativas mais baratas para a geração de energia. Aqui no blog já conversamos sobre o uso da energia solar em apartamentos, energia solar residencial e as vantagens oferecidas pela energia solar nas zonas rurais.

Neste artigo, vamos conversar sobre o uso de energia solar em condomínios, explicar seu funcionamento e esclarecer as principais vantagens de seu uso. Confira!

Como funciona a energia solar fotovoltaica?

A energia solar fotovoltaica é o modo de geração de energia a partir da captação dos raios solares. Os painéis solares absorvem a luz solar, posteriormente convertendo-a em energia elétrica.

As placas são conectadas a um aparelho chamado conversor. Ele recebe esse nome pois tem como função converter a energia gerada em corrente alternada. Fazendo com que a energia gerada seja compatível com a corrente utilizada pelos eletrodomésticos.

Em casos de produção excedente, existem duas opções: 1) armazenar a sobra em uma bateria própria para o armazenamento da energia solar; 2) devolver para a concessionária, revertendo esse excesso em créditos. Dessa forma, quando a produção de energia for menor que o necessário, você não paga nada a mais por isso.

principios-de-funcionamento-da-energia-solar-fotovoltaica

Energia solar em condomínios

O uso da energia solar em condomínios é um pouco diferente de como observamos em casas e apartamentos (individualmente).

No caso dos condomínios, em vez da instalação de um sistema para cada residência, é utilizado um grande sistema capaz de alimentar todas as unidades e áreas comuns do condomínio.

O tamanho do sistema e a quantidade de placas solares utilizadas depende do nível de consumo elétrico total. Além disso, para garantir o abastecimento, é realizado um estudo considerando a incidência dos raios solares e zonas de sombreamento.

Uma vez instalado, o sistema é conectado à rede elétrica através do relógio de luz central do condomínio. Dessa forma, toda energia elétrica gerada é injetada na rede. Por isso, não é possível dividir, em tempo real e de forma exata, o quanto de energia vai para cada consumidor.

Como funciona a compensação de energia em condomínios?

Assim como a instalação, a compensação de créditos também é diferente na energia solar em condomínios. 

Nesses casos, o responsável deve definir, ainda na fase de contratação, como será feito o rateio dos créditos entre os condôminos. Se proporcionalmente à cota de cada um no sistema, ou seja, quanto cada um investiu.

Troca do relógio de luz

Não precisa se preocupar! Em casos em que o sistema de energia solar fotovoltaico alimenta várias unidades, não é necessário alterar todos os relógios. Afinal, eles apenas receberão os créditos captados.

Essa regra vale tanto para as unidades já participantes, como para aquelas que se juntarem posteriormente.

A única alteração é a instalação do relógio de luz bidirecional, que deve ser instalado no relógio central do condomínio.

É possível fazer o desligamento de uma unidade consumidora?

Sim! Mas é importante lembrar que, em casos de desligamento, a unidade consumidora passa a ter apenas 60 meses para utilizar qualquer “sobra de energia”.

De acordo com o que for estabelecido no contrato em relação ao rateio.

Para os consumidores que continuam, a solicitação de alteração no percentual de energia excedente precisa ser comunicada por escrito e com uma antecedência de no mínimo 60 dias.

Se esta regra não for respeitada, os créditos futuros que seriam disponibilizados à unidade que realizou o cancelamento serão realocados para o titular da unidade consumidora onde se encontra instalado o micro ou minigerador. 

7 vantagens do uso da energia solar em condomínios

1. Economia de até 95% na conta de luz

O benefício mais impactante para síndicos e moradores, sem sombra de dúvidas, é a economia de energia. Seja um condomínio grande, com áreas de lazer com piscina, sauna e quadras, ou um condomínio mais modesto.

contas de luz comparando com e sem placas de luz solares

2. Valorização do edifício

Em tempos de crise energética, quem não quer encontrar formas eficientes de economizar? Condomínios que contam com sistemas de energia solar valorizam suas unidades em até 30%.

Além disso, o interesse na compra e venda de imóveis que já possuem esta tecnologia vem aumentando muito. Basta colocar no anúncio que os interessados não param de aparecer.

3. Energia limpa e renovável

Um dos muitos benefícios do uso de painéis solares é o fato de que a energia solar é limpa e de uma fonte renovável. Além disso, a sua instalação é viável em qualquer lugar no mundo e está disponível para seus consumidores todos os dias.

Tudo graças a sua fonte, o sol. Mesmo em dias nublados ou durante estações em que os dias são mais curtos, os painéis ainda são capazes de gerar energia elétrica.

Logo, a energia solar fotovoltaica continuará acessível enquanto tivermos o sol. O que, de acordo com os cientistas, corresponde a uma média de 5 bilhões de anos.

Leia também: Energia Solar e Sustentabilidade: entenda essa relação

4. A energia solar ainda é uma tecnologia em desenvolvimento

Com a busca por novas fontes sustentáveis de energia, cientistas têm se esforçado para aperfeiçoar a tecnologia utilizada na energia solar. O resultado? Sistemas cada vez mais eficientes, baratos e sustentáveis.

5. Pode ser utilizada em qualquer lugar

Diferentemente de outros tipos de energia, a energia solar pode ser utilizada em qualquer lugar do mundo. Afinal de contas, a única fonte de energia que ela precisa para funcionar é obtida através dos raios solares.

A geografia do Brasil nos privilegia muito neste fator. Uma vez que, no local menos ensolarado no nosso país é possível gerar mais eletricidade solar do que no local mais ensolarado da Alemanha. País este que é um dos líderes no uso da energia fotovoltaica.

De acordo com o Atlas Brasileiro de Energia Solar, diariamente incide entre 4.444 Wh/m² a 5.483 Wh/m² no país.

6. Equipamentos com vida útil longa e pouca manutenção

Quando você opta por produtos de qualidade e realiza a instalação com uma empresa séria, garante ao sistema de energia solar uma vida útil longa. Sua durabilidade pode variar entre 35 e 40 anos.

7. Crédito com a fornecedora de energia elétrica

Como mencionamos anteriormente, nos casos em que há sobra de energia, o excedente é distribuído para a rede e compensado na fatura mensal.

Representando mais um benefício para os consumidores nos meses em que o consumo de energia é maior, impedindo o aumento do valor da fatura.

metodologia Alpha Solar

projetos de energia solar fotovoltaica

× Faça um orçamento!